Quanto CUSTA um colaborador desengajado?

agosto 13, 2019 11:52 am

Em todos os setores, os colaboradores desengajados podem afetar negativamente o local de trabalho, fazendo com que um escritório se torne tóxico, as empresas percam sua vantagem competitiva ou até mesmo as startups fracassem. Essas pessoas são essencialmente sonâmbulos durante o dia, colocando tempo, mas não energia ou paixão.

Não apenas os colaboradores desengajados podem criar um ambiente de trabalho negativo, mas também podem fazer com que uma empresa perca dinheiro.

De acordo com uma pesquisa da Gallup, colaboradores ativamente desengajados fazem com que as empresas fiquem entre aproximadamente US $ 450 e US $ 550 bilhões em perda de produtividade por ano.

As empresas precisam reconhecer os benefícios de investir no engajamento dos funcionários.

Aumentar o engajamento de uma empresa em apenas 10% pode aumentar os lucros em US $ 2.400 por colaborador por ano.

Empresas com colaboradores altamente engajados superam consistentemente seus concorrentes porque sua equipe tem maior probabilidade de ter produtividade acima da média.

Os colaboradores altamente engajados também têm 87% menos probabilidade de deixar uma organização do que suas contrapartes, economizando com os custos envolvidos na busca de substitutos.

Embora a cultura nem sempre possa ser facilmente definida, ela se desenvolve ao longo do tempo a partir dos traços das pessoas contratadas.

A maioria dos CEOs acredita que a cultura melhora o valor de sua empresa, além de influenciar a produtividade, a criatividade, a lucratividade e o crescimento da empresa. A camaradagem entre pares é a principal razão pela qual os colaboradores vão além e são um aspecto importante da cultura de uma empresa.

Agora, se entrarmos a fundo na matemática:

  • Um colaborador com salário médio no Brasil é de R$ 2.500,00 reais por mês. Em um regime CLT, pagando todos os impostos, esse valor seria aproximadamente de R$ 5.000,00, o que custaria para a empresa R$ 60.000,00 por ano.

Segundo a Gallup, colaboradores desengajados apresentam absenteísmo 37% maior, produtividade 18% menor e rentabilidade 15% menor. Quando isso se traduz em dinheiro, você está olhando para o custo de 34% do salário anual de um colaborador que não é remunerado.

Faz as contas e você vai entender a ideia. 💡

Comece a engajar seus colaboradores agora mesmo