Imprevisibilidade mantém as pessoas engajadas a procurar por mais

setembro 18, 2019 11:57 am

Mais uma série “O que engajam as pessoas” com conteúdos de leitura rápida e leve pra vocês. Esse é a terceira parte de uma série de post com dicas do que realmente motivam e engajam as pessoas e o que você, enquanto líder, pode fazer para deixar as pessoas sempre engajadas.

Da série

No post anterior (O que engajam as pessoas: Parte 2), falamos sobre a “Dopamina” e como que isso mantém as pessoas estimuladas a continuar fazendo as coisas.

A dopamina também é estimulada pela imprevisibilidade.

Quando algo acontece que não é exatamente previsível, estimula o sistema de dopamina. Pense em dispositivos eletrônicos tipo E-mails, tweets, instagram, facebook…

Textos são exibidos, mas você não sabe exatamente quando eles chegarão ou de quem serão. É imprevisível. É exatamente isso que estimula o sistema de dopamina.

É o mesmo sistema em funcionamento para os casinos e caça-níqueis (que comentamos no post anterior). Basicamente, as mídias sociais por e-mail, Twitter e mais são executadas no cronograma de proporção variável discutido anteriormente nesta série de publicações.

Isso torna provável que as pessoas se envolvam no comportamento de novo e de novo.

O reflexo pavloviano ou condicionamento clássicos ou condicionamento pavloviano

O sistema de dopamina é especialmente sensível a pistas de que uma recompensa está chegando. Se houver uma sugestão específica, que significa que algo vai acontecer, isso desencadeia o seu sistema de dopamina.

Esta é uma condicionamento pavloviano, nomeada pelo cientista russo Ivan Pavlov, que fez um experimento com cães.

Quando cães (e humanos) vêem comida, eles começam a salivar. Pavlov combinava comida com um som, por exemplo, um sino. O sino é um estímulo: toda vez que os cães viam comida, eles também ouviam um sino e salivavam ao ver a comida.

Depois de um tempo, os cães salivavam só de ouvir o sino tocar. A comida nem era necessária para a salivação ocorrer. Quando um estímulo é associado ao comportamento de busca de informações, como uma mensagem quando chega um Whatsapp no seu celular ou uma sugestão sonora ou visual quando um e-mail chega à sua caixa de entrada, você tem a mesma resposta pavloviana. A dopamina é liberada e a busca de informações começa novamente.

Efeito Pavlov
Efeito Pavlov

A história dos 140 caracteres

O sistema de dopamina é mais poderosamente estimulado quando a informação chega em pequenas quantidades (ops), para que não satisfaça totalmente o desejo de informação. Um texto curto ou um tweet é ideal para deixar o sistema de dopamina agitado!

O ciclo de Dopamina

Com a internet, o twitter e as mensagens de texto, você agora tem uma satisfação quase instantânea do seu desejo de procurar.

Quer falar com alguém imediatamente? envie um Whatsapp e eles responderão em alguns segundos.

Quer procurar algumas informações? basta digitar no Google.

Quer ver o que seus amigos estão fazendo? Vá no Twitter, Facebook ou Linkedin.

Você pode entrar no ciclo induzido pela dopamina: a dopamina começa a procurar, você é recompensado por procurar, e isso faz você procurar mais.

Fica cada vez mais difícil parar de olhar para o e-mail, parar de enviar mensagens de texto e parar de verificar seu telefone celular para ver se você tem uma mensagem ou uma nova notificação de curtida, comentário ou compartilhamento.

O que aprendemos até aqui

  • Forneça parte de informações e forneça um caminho para que as pessoas busque por mais informações