Coronavírus: O Home Office não nasceu ontem, mas parece que sim

março 16, 2020 7:05 pm

A Hero365, pensando em como proteger melhor a saúde dos colaboradores e de toda a população durante a incerteza provocada pelo desenvolvimento da pandemia de Coronavírus.

Criamos esse post para que todos pudessem tomar medidas de prevenção, para que não afete o propósito das organizações durante este período.

A Hero365 adotou cultura 100% Home Office desde sua fundação, a 2 anos atrás.   

Muitas organizações em todo o mundo já foram fortemente impactadas, bem como a economia de diversos países.

À medida que as orientações e conselhos sobre o que fazer evoluem, de hora em hora, a única coisa que fica clara é que todos precisam de um plano.

Entrando no modo de ação, a Hero365 se deparou com algumas soluções: faremos uso de nossa tecnologia de trabalho remoto e incentivaremos as pessoas a trabalhar em casa.  

Nova funcionalidade Hero365 “Como você está se sentindo hoje?”
Nesse momento desafiador, a saúde e o bem-estar das pessoas é nossa principal prioridade.

Startup de Felicidade no Trabalho oferece 5 meses grátis de solução para engajamento home office

Ouvir, mostrar empatia e reconhecer preocupações individuais será absolutamente crítico. É isso que melhorará ou quebrará a confiança que os colaboradores depositam na organização a longo prazo. ” Diz Thiago Dias, Diretor de Produtos da Hero365.  

 Mas, após uma reflexão mais aprofundada, pensamos: “Isso realmente manterá as equipes envolvidas e nos preparará para o sucesso durante esse período? ”  

Então, criamos alguns elementos essenciais que precisamos lembrar: 

  1. Home Office: Um modelo de trabalho que funciona para todos? 

Embora seja fantástico que muitas empresas agora tenham a tecnologia para permitir que seus colaboradores trabalhem remotamente (e isso sem dúvida será útil nas próximas semanas), isso não necessariamente resolverá tudo. A verdade é que o trabalho remoto não funciona para todos, principalmente quando é dia após dia, por um longo período de tempo.  

Como seres humanos, a maioria de nós precisa e quer socializar. Mesmo que apenas ocasionalmente. Trabalhar com outras pessoas pode ajudar a desenvolver melhores ideias. É verdade que a tecnologia é uma ótima maneira de conectar-se remotamente, mas nem sempre permite essa interação poderosa. E, a menos que regras básicas para videoconferência sejam estabelecidas com antecedência – quem presidirá a reunião, por exemplo – pode ser difícil garantir que todos sejam ouvidos.  

Portanto, se nos encontrarmos em uma situação em que o trabalho flexível se torna uma consideração séria de higiene, e nos esforçarmos para conter a propagação da infecção, a mudança – mesmo a curto prazo – será desafiadora para muitos. Precisamos então fazer de tudo para facilitar as necessidades individuais dos colaboradores.  

2. Gerenciando equipes distribuídas  

Muitos gestores, alguns pela primeira vez em suas carreiras, podem em breve ter que liderar equipes à distância – com pessoas distribuídas por todo o país ou mesmo em diferentes partes do mundo. Esta é potencialmente uma boa oportunidade de aprendizado. Porém, também pode exigir que gestores mais experientes se apoiem e forneçam treinamento e suporte adicionais. Nesses casos, objetivos claro, comunicação regular e – acima de tudo – confiança, serão ingredientes essenciais para apoiar a produtividade contínua. 

3. Ser um ouvinte sensível e ativo 

À medida que essa situação se desenrola, podemos garantir que a maioria de nós – se não todos – acabaremos fazendo malabarismo com muitas bolas novas fora do trabalho. Haverá múltiplas complexidades a serem consideradas, como as implicações de auto isolamento, o cuidado com os doentes, serviços como escolas e transportes fechados, até mesmo: “onde posso comprar álcool em gel para as mãos? ”  

É aqui que podemos realmente agir para apoiar nossos colegas e construir um engajamento mais forte no futuro. Realmente ouvir, mostrar empatia e reconhecer preocupações individuais será absolutamente importante. 

As próximas semanas e meses continuarão incertos, com desafios incalculáveis para todos. No entanto, também estamos otimistas de que vamos crescer com isso. Se pudermos permanecer ágeis e nos adaptar à situação à medida que ela se desenvolver, aprenderemos ainda mais sobre o que é importante para nossos colaboradores e como apoiá-los à medida que eles crescerem com os negócios nos próximos anos.