A importância das amizades no trabalho!

junho 26, 2020 1:46 pm

As amizades no trabalho não são apenas “uma coisa boa de se ter” – elas são um importante fator de envolvimento que contribui significativamente para a retenção de colaboradores.

O local de trabalho está ficando menos amigável?

Uma tendência que coincidiu com uma queda nas amizades no local de trabalho tem sido nas taxas de envolvimento dos colaboradores. 70% das pessoas não estão envolvidas em seu trabalho, de acordo com o relatório da Gallup de 2016.

Isso ocorre apesar do mesmo relatório mostrar forças de trabalho altamente engajadas, com ganhos por ação 147% mais altos.

De maneira reveladora, a Gallup também descobriu que as amizades íntimas aumentam a satisfação dos colaboradores em 50%, enquanto as pessoas com um melhor amigo no trabalho têm sete vezes mais chances de estarem altamente engajadas.

Outras pesquisas mostram que tomamos melhores decisões e nos aplicamos mais quando somos amigos de nossos colegas de equipe.

As amizades no trabalho, portanto, não são apenas uma “coisa boa de se ter” – elas são um importante fator de envolvimento que contribui significativamente para a retenção de colaboradores.

Embora hoje em dia as empresas possam valorizar menos as amizades, esse não é o caso nos melhores locais de trabalho. Como Christine M. Riordan explica em um artigo para a Harvard Business Review, Google, Zappos, Dropbox e Southwest, faça da promoção de amizades uma parte importante de suas estratégias de gestão de pessoas, bem como dos esforços de branding e recrutamento.

Criando um ambiente que cultiva amizades

Provavelmente todos já fomos sujeitos a algumas tentativas incompletas de nos ajudar a encontrar amigos no trabalho. Desde temidos retiros corporativos, até truques como “amigo secreto” nas festas de final de ano.

Muitas vezes não gostamos dessas atividades porque parecem superficiais ou agressivas, mas são indicativas de um verdadeiro desafio que enfrentamos: como vamos além da conversa fiada (você nunca poderia, apesar de anos de conversas no bebedouro) para realmente conseguir conhecer pessoas e se tornar amigo?

Uma pesquisa citada no artigo do Times descobriu que “as pessoas não se misturam muito em eventos corporativos e, nas festas da empresa, elas se relacionam principalmente com colegas semelhantes”.

No entanto, eventos regulares, como almoçar juntos, brincar e atividades esportivas, são diferentes. Sua natureza informal e contínua facilita para os colaboradores se abrirem e desfrutarem de conversas mais aprofundadas que promovem conexões reais.

Como gestor, sua maneira também desempenhará um papel determinante na forma como os membros de sua equipe são amigáveis com você e com os outros.

Você se envolve regularmente em atividades e discussões em equipe? Você instiga conversas sobre outras coisas além das que estão sendo trabalhadas agora? Ou você mantém distância? Como você age irá definir as expectativas.

Resumindo: dados empíricos claros de anos de pesquisa colocam grande importância na criação de amizades no trabalho, para aumentar o engajamento e reter os colaboradores.

No entanto, não há atalhos para criar um ambiente amigável. Permitir que as pessoas passem tempo regular e de qualidade entre si deve fazer parte do modus operandi de uma empresa.

Os líderes de equipe têm a responsabilidade exclusiva de definir um tom amigável que beneficiará a todos.